Lançada em 2018, a campanha chamada Nursing Now visa aumentar o investimento na área da enfermagem em diversos setores

cuidados de enfermeiro

Imagem: Bigstock

Os profissionais de enfermagem constituem mais da metade da força de trabalho na área de saúde. Além disso, também são considerados os principais responsáveis pela coordenação das equipes de saúde nos hospitais.

Enfermeiros são necessários nos mais diversos níveis de atendimento. É o que diz o relatório Triple Impact of Nursing , publicado em 2016. Há também a recomendação que os governos e organizações ampliem a atenção dada à profissão, que precisa ser elevada e tornada central nas políticas de saúde para que programas de desenvolvimento sejam organizados.

A Organização Mundial da Saúde também chama a atenção para o investimento em políticas públicas que valorizem o papel da enfermagem, para que, dessa forma, cada vez mais as pessoas sejam encorajadas a seguir a profissão. Há uma necessidade mundial de ampliar o papel do enfermeiro a níveis mais altos, integrando-os no núcleo de profissionais de prática avançada.

Foi pensando nisso que o Conselho Internacional de Enfermeiras, a Organização Mundial da Saúde e o UK All Party Parliamentary Group on Global Health lançaram a campanha Nursing Now.

A campanha

A campanha Nursing Now foi criada em fevereiro de 2018 e terminará em 2020. As principais metas são o aumento no investimento destinado a melhoria da educação em técnicas de enfermagem, o desenvolvimento profissional, a regulamentação mais dura das condições de trabalho para enfermeiros, o aumento do número de enfermeiros em posições de liderança, aumentar a disseminação de práticas de enfermagem etc.

Oitenta países já aderiram à causa e estão participando da campanha. Para a adesão é necessário estabelecer objetivos e planos de ação, além de toda a parte burocrática como a assinatura de compromisso e divulgação em nível nacional para apoiar as ações que são feitas em escala global.

A campanha no Brasil

Em abril deste ano a campanha foi lançada no Brasil. Segundo os principais organizadores, que tem envolvimento direto com o Conselho Federal de Enfermagem, a profissão precisa resgatar a autoestima de outrora. O Nursing Now tem como objetivo “dar uma sacudida” na área aqui no Brasil, já que a enfermagem tem sido considerada mais complexa no campo de intervenção no processo de saúde. A campanha abre o precedente para que toda a sociedade se engaje nos cuidados que a saúde precisa ter.

A valorização é o ponto vital da campanha, e o movimento precisa ser internalizado em toda a sociedade para que os estigmas em cima da profissão sejam esquecidos e ela possa ganhar o devido reconhecimento no posto de importância, que equivale a de um médico.

Outro ponto que o Nursing Now pretende alcançar, pelo menos em território brasileiro, é o direito de participação na discussão, projetos e implementação de políticas públicas na área da saúde, que geralmente ficam na mão apenas dos médicos.

Segundo a diretora da OMS, a enfermagem é a espinha dorsal do sistema de saúde. Ela complementa dizendo que sem a profissão o sistema não é capaz de manter o atendimento e a qualidade, porque além de ser considerada essencial pelo quantitativo, também há o tipo de trabalho que desenvolve.

Ao valorizar a enfermagem muitas metas de saúde são colocadas em pauta e atingidas, tanto no desenvolvimento econômico quanto na igualdade de gênero.

 

Continue acompanhando o nosso blog para mais novidades no mundo da saúde!