Já faz algum tempo que a palavra humanização tem ganhado espaço dentro dos ambientes de saúde, com a missão de substituir o velho conceito de que um hospital é, por exemplo, um lugar baixo-astral, acumulador de doenças, espera e melancolia.

Aqui mesmo no blog nós já falamos sobre a qualidade no atendimento hospitalar, que traz benefícios para pacientes e profissionais. Sabendo que a recepção aos pacientes, acompanhantes e até mesmo à equipe médica deve promover bem-estar e acolhimento, nós vamos falar hoje sobre a importância dos móveis hospitalares na humanização do ambiente.

Vamos lá?

POR QUE HUMANIZAR O AMBIENTE?

 

Podemos iniciar esse tópico com um exercício de reflexão que visa incluir você na situação. Imagine que em algum momento você ou algum parente próximo precisou de um internamento de emergência no hospital. Chegando lá, o que você gostaria de encontrar?

  1. Um ambiente sem vida, escuro, com atendentes sérias e mal educadas?
  2. um local com vida, acolhedor, que transmite tranquilidade com recepção e equipe médica sempre de bom humor?

Podemos apostar que você escolheu a segunda opção, certo? É justamente sobre isso que se trata a humanização do local de saúde. O principal desafio de um ambiente que este buscando humanizar os atendimento está em compreender o paciente em toda a sua situação, não apenas no problema ou dor que ele demonstra.

Isso significa que todo o contexto do paciente deve ser observado, como a sua questão física, psicológica, familiar e mais. Uma vez que é justamente nesses momentos onde os pacientes estão mais fragilizados. Por isso, dedicar atenção apenas a dor física dele, por exemplo, não significa um atendimento de qualidade.

Logo, todo o ambiente deve ser levado em consideração na hora de promover a melhor experiência ao paciente. Desde as cores da parede, decoração, atividades disponíveis durante a espera, enfim, tudo servirá para transmitir ao doente a sensação de bem-estar e acolhimento, diminuindo assim a sua aflição, mesmo que inconscientemente.

E OS MÓVEIS HOSPITALARES NA HUMANIZAÇÃO DO AMBIENTE?

 

Se todo o ambiente de saúde precisa oferecer bem-estar, com os móveis hospitalares são seria diferente, uma vez que todas as instalações de mobiliário podem agravar ou amenizar o quadro de cada paciente, acompanhante ou profissional.

Seja em qualquer circunstância, os móveis hospitalares podem promover conforto, satisfação e segurança para quem utiliza. Seja durante um sofá ou poltrona na recepção até mesmo uma cama em um leito.

Mas não somente a comodidade deve ser observada, mas também a funcionalidade e conveniência. Isso significa que os móveis hospitalares devem cumprir a função para a qual são destinados da melhor maneira possível, e não estarem no local apenas para compor o ambiente sem nenhuma intenção útil.

E humanização vai justamente para esse lado, em que observa como os pequenos detalhes podem fazer a diferença no momento de angústia de um doente, por exemplo. A construção de memória do paciente pode ser boa ou ruim e isso depende da forma como ele é tratado e do ambiente em que ele é recebido.

Se um paciente observa um ambiente alegre, com boa mobília e decoração receptiva, por exemplo, ao deixar o local ele carregará consigo apenas as boas lembranças.

E o que considerar na hora de escolher móveis hospitalares?

  • O design deve ser atrativo, mas não extravagante, lembre-se que o local ainda possui suas exigências e formalidades e mesmo que haja um tom moderno, ainda estamos falando de um hospital.
  • A durabilidade precisa ser considerada, afinal, ambientes de saúde costumam ter um grande fluxo de pessoas utilizando o mobiliário, por isso é preciso algo que dure.
  • A facilidade de manutenção é outro fator importante, uma vez que devido ao grande número de móveis hospitalares, não é raro a necessidade de ajustes e reparos. Por isso, móveis com fácil manutenção garantem economia e agilidade no procedimento.
  • O conforto é sem dúvida um ponto fundamental, que deve permitir ao usuário uma experiência reconfortante durante sua permanência no local. Isso permite uma redução no nível de estresse do paciente ou acompanhante.

 

Gostou das nossas dicas sobre móveis hospitalares na humanização de ambientes? Continue acompanhando nosso blog para mais curiosidades e notícias do universo hospitalar e da saúde.