Você entende de finanças para consultórios? Saiba como ter uma saúde financeira satisfatória em sua clínica a seguir!

Você consegue administrar bem as suas finanças pessoais? Além da saúde do seu paciente, a saúde financeira do seu consultório também deve ser algo a se prestar bastante atenção. Tendo isso em mente, criamos este artigo para que você saiba um pouco mais sobre finanças para consultórios médicos. Acompanhe nos próximos parágrafos:

Finanças para consultórios médicos

Se você é médico, sua renda vem do seu consultório. E, sabemos hoje que não basta apenas ter sucesso e ser reconhecido profissionalmente para se manter no mercado. 

Com muitos concorrentes, inúmeras operadoras de saúde surgindo e com os lucros caindo, praticamente todos os profissionais de saúde (sejam eles médicos, psicólogos, dentistas, enfermeiros, fisioterapeutas, etc.) devem pensar em dedicar-se com excelência em sua profissão, mas também devem pensar em seus consultórios como se fossem empresas.

Basicamente, quando falamos de finanças para consultórios, estamos falando que estes ambientes de trabalho tornaram-se “empresas da área da saúde” com fins lucrativos, com diversas leis trabalhistas e apoio de sindicatos. Mas, profissionais da saúde que dedicaram décadas das suas vidas estudando e se aperfeiçoando em sua área, muito provavelmente não são especialistas em gestão financeira. 

Por isso, é muito importante que você, médico, comece agora mesmo a aprender sobre o assunto. Preparado(a)? Continue a leitura:

Planejamento

Em todos os âmbitos da vida, o planejamento é importante. Quando falamos em finanças é ainda mais.

O planejamento financeiro ajuda qualquer empresa a atingir suas metas. Pense no futuro do seu consultório, fazendo previsões a longo prazo, adicionando sugestões do que poderá ser necessário revisar, atualizar, etc. 

Analise possibilidades

É importante que você analise alguns cenários que poderão acontecer. Por exemplo, se você precisará atualizar seus equipamentos, ou se pensa em reformar sua estrutura, é necessário analisar tanto os seus ganhos quanto as suas despesas.

Para isso, avalie minuciosamente quanto a clínica já recebeu, quanto ainda tem para gerenciar seus custos, e quanto pode investir para lidar com o crescimento. Pense também nos cenários de risco, como as possíveis quedas de investimento.

Não esqueça de manter um pé no chão ao projetar essas novas realidades. Isto significa que você deverá pensar nos períodos de férias, de 13o salário, e outras situações que devem ser consideradas para tal.

Fluxo de caixa

O fluxo de caixa, como em toda empresa, é uma ferramenta de trabalho imprescindível quando falamos em finanças para consultórios. Trata-se de um relatório das operações feitas em seu ambiente de trabalho, descrevendo as movimentações, como o que foi adquirido, o que foi gasto, etc.

Todos os valores devem estar claramente discriminados, até se você comprou apenas uma caneta. Assim, é mais fácil de se ter uma projeção real das contas da sua clínica, e a gestão das suas finanças para possíveis planejamentos fica mais assertiva.

Impostos

Em qualquer empresa, os tributos devem ser analisados cuidadosamente. Caso contrário, podem haver consequências espantosas para o seu bolso.

Se você for um médico recém-formado, no seu primeiro consultório, é preciso analisar as normas exigidas para a sua condição. Afinal, nenhum consultório quer ter multas e juros correndo. Estude para livrar-se desses inconvenientes.

Cada tipo de consultório (empresa individual, sociedade, etc) tem um tipo de imposto a lidar. Assim, é importante cuidar bem disso ao enquadrar o seu escritório nestes parâmetros, para depois não ser surpreendido com alguma notificação fiscal.

Procurar conteúdos para aperfeiçoar a sua gestão financeira é uma ótima alternativa para manter seu consultório ativo no mercado e por muito tempo. Atualize-se e garanta as melhores condições para conseguir lidar com as mudanças do mercado, ok?

Quer mais dicas como essas? Preencha o formulário abaixo e receba mais novidades e conteúdos como esse em primeira mão! Em caso de dúvidas, é só entrar em contato.