Certamente você já deve ter ouvido falar do sarampo, né? Mas é pouco provável que você conheça uma pessoa que já foi contagiada pela doença. Isso porque o Sarampo estava erradicado no Brasil, até o ano de 2016.

Entretanto, a partir de 2017 países da América do Sul passaram a observar novos surtos da doença. O Brasil apresentou mais de 10 mil casos confirmados no ano de 2018.

Vale lembrar que o sarampo já foi uma das principais causas de mortalidade infantil no mundo e continua agindo em países em desenvolvimento, como as regiões da África e Ásia.

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), as mortes por sarampo no mundo diminuíram em 71% nos últimos anos – de 542 mil, em 2000, para 158 mil em 2011.

Ainda segundo a OMS, o avanço do sarampo acomete todo o globo, e nos últimos dois anos o aumento de casos se sarampo chegou aos 300%, comparados ao mesmo período em 2018. O Brasil está na lista dos países mais afetados.

Por isso, hoje vamos falar um pouco mais sobre o que é sarampo, causas, sintomas e tratamentos. Vamos lá?

O QUE É SARAMPO? VEJA PRINCIPAIS CAUSAS

 

O sarampo é uma doença infecciosa causada por um vírus. A transmissão do sarampo se dá pelo contato com gotículas da pessoa infectada, podendo vir de:

  • tosse
  • fala
  • espirro
  • respiração próxima

Entre outros.

Grande parte dos casos de sarampo são leves, mas ainda há os diagnósticos de sarampo grave, mais comum em crianças desnutridas ou com menos de cinco anos de idade. Além disso, pessoas com insuficiência de vitamina A ou sistemas imunológicos frágeis, devido ao vírus HIV ou por outras doenças também estão vulneráveis a contraírem o sarampo.

Aproximadamente 90% das pessoas suscetíveis adquirem o sarampo quando entram em contato com alguém infectado.

SINTOMAS DO SARAMPO

Os sintomas do sarampo a princípio podem se assemelhar aos de uma gripe ou resfriado, uma vez que vem acompanhado de tosse e coriza. Entretanto, febre e irritação nos olhos também costumam indicar a possível enfermidade

A manifestação desses sintomas pode ocorrer entre 10 a 14 dias após o período de exposição ao vírus. De 3 a 5 dias após os primeiros sintomas, aparecem as erupções cutâneas, ou seja, aquelas manchinhas vermelhas espalhadas pelo corpo. Essas manchinhas podem se espalhar por:

  • pescoço
  • tronco
  • braços
  • pernas
  • pés

E mais.

DIAGNÓSTICO E TRATAMENTO

O diagnóstico do sarampo pode ser feito por meio de análise clínica e exames laboratoriais quando necessário.

O tratamento do sarampo se dá por meio de cuidados sintomáticos, ou seja, trata-se os sintomas que o paciente apresenta, uma vez que não há tratamento específico para o sarampo.

Por outro lado, existe uma forma de prevenção com vacina. A vacina para sarampo é o meio mais efetivo de prevenir a enfermidade e quase não oferece riscos.

Outro dado interessante está no fato de que a doença dá imunidade definitiva, ou seja, quem contrai a doença só terá uma vez na vida.

Portanto, é importante ficar de olho nos sintomas e sempre seguir orientações de prevenção, incluindo vacinas em crianças, para que os casos não voltem a crescer e se tornar um risco.

Continue acompanhando nosso blog para mais dicas, notícias e curiosidades do mundo da saúde.