Sempre tratamos aqui no blog sobre a importância da humanização dos ambientes hospitalares e como eles podem afetar e influenciar na recuperação dos pacientes. Isso acontece porque o cérebro das pessoas interpreta as informações ao nosso redor – desde a iluminação, cores, organização, cheiro e até os móveis -, então o design e arranjo desses locais acabam causando efeitos sobre quem está lá. Por isso os móveis hospitalares da Medworld são projetados para agregarem o máximo possível a esses ambientes hospitalares e, consequentemente, trazer benefícios aos pacientes e profissionais que ali trabalham. Agora vamos mostrar alguns deles para você conhecer.

 

Linha Pipoka

Foto: reprodução/ Medworld

Foto: reprodução/ Medworld

 

Crianças em recuperação podem ficar um pouco inquietas em seus quartos, por isso é importante que o hospital consiga oferecer descontrações para aliviá-las ao mesmo tempo em que dispõe de conforto. Ambientes como o da Linha Pipoka são mais coloridos, vivos e dinâmicos para continuar despertando a criatividade e alegria dos pequenos.

 

Linha Supreme

Foto: reprodução/ Medworld

Foto: reprodução/ Medworld

 

Já falamos nesse texto sobre a grande importância e influência das cores nos pacientes dos hospitais, então a escolha delas deve sempre ser feita em função do que quer transmitir. O laranja, por exemplo, pode não ser uma cor tão leve e calmante em um primeiro momento, mas ele possui capacidades estimulantes incríveis – por ser uma tonalidade quente, transmite mais alegria e conforto acolhedor.

 

Linha Vision

Foto: reprodução/ Medworld

Foto: reprodução/ Medworld

 

A cor mais comum em hospitais é o branco, pois alivia as tensões e passa a sensação de limpeza, mas isso não quer dizer que o estabelecimento não deve possuir outras cores em sua decoração. A Linha Vision, por exemplo, possui uma tonalidade violeta mais presente que transmite equilíbrio e paz interior – sensações essências para uma boa recuperação.

 

E para conhecer melhor todos os incríveis ambientes hospitalares da Medworld, confira as linhas completas em nosso site, clicando aqui.

 

Fontes: Sofia Arquitetura, Portal Educação.