Quem acompanha o blog da Medworld sabe que nós procuramos trazer informações exatas e científicas sobre como melhorar nossa saúde. Acima de tudo, procuramos melhorar a qualidade de vida através de atitudes simples.

E hoje nós vamos mostrar a falta que fazem essas atitudes em nosso dia a dia. Fomos atrás de pesquisas que mostram como alguns hábitos ruins podem influenciar a nossa saúde e piorar nossa qualidade de vida. E nós encontramos.

Falaremos o que alguns cientistas têm dito e descoberto sobre como três hábitos, muito comuns hoje em dia, podem deixar as pessoas longe de uma vida saudável.

hábitos ruins e saúde - medworld

A falta que faz dormir bem

Dormir bem e por horas suficientes é praticamente um luxo para muitas rotinas atuais. Trabalho, estudo e o estresse diário com vários assuntos tiram o sono de muitas pessoas, geralmente sem necessidade (e com um custo bastante alto). Nos Estados Unidos, entre 50 e 70 milhões de pessoas atualmente sofrem com distúrbio do sono.

Segundo o doutor Valery Gafarov, esses distúrbios não trazem apenas consequências como o cansaço. Apoiado pela Organização Mundial da Saúde, o médico afirmou que a falta de sono aumenta os riscos de acidente vascular cerebral (AVC) e ataque cardíaco de maneira semelhante ao que acontece com fumantes.

Ficar em pé faz falta

Novamente um efeito das rotinas atuais. Ficar em pé tempo de mais, seja pela falta de atividade física ou trabalhar dentro de um escritório durante todo o dia, também traz bastantes prejuízos.

Em 2014, um estudo reuniu dados de cerca de 4 milhões de pessoas para descobrir as consequências de ficar sentado durante o dia. Pesquisadores cruzaram a quantidade de tempo com que essas pessoas ficam sentadas durante o dia – no trabalho, em casa, etc. – com a incidência de complicações de saúde.

Segundo eles, ficar muito tempo sentado chega a aumentar o risco de diferentes tipos de câncer. Os indícios, segundo os cientistas, apontam: para cada duas horas à mais que uma pessoa permanece sentada, o risco de câncer de cólon, endométrio e de pulmão aumenta ligeiramente.

Prejuízos da alimentação ruim

Nem precisamos falar que esse é um dos hábitos ruins mais comuns, não é? Mas pouco ainda se fala sobre isso. Em 2016, cientistas que trabalham com riscos de mortalidade concluíram que dietas ruins – cheias de alimentos açucarados, gordurosos e processados – são responsáveis por taxas maiores de mortalidade do que o consumo de álcool e cigarros combinados. Pois é.

Uma alimentação ruim pode desencadear uma série de problemas, principalmente sobrepeso e obesidade. Não à toa, esses problemas atingem hoje cerca de 53% da população brasileira de todas as faixas etárias.

Para muitas pessoas, os prejuízos que trazem hábitos ruins como dormir mal, ficar muito tempo sentado e ter uma má alimentação não são novidades. Acontece que precisamos falar mais sobre isso, trazendo informações importantes sobre como isso pode afetar a saúde de modo geral.

A Medworld, além de aplicar a qualidade e atenção necessária no desenvolvimento de seus produtos, também foca em trazer as informações necessárias para a manutenção de uma vida saudável. Continue acompanhando nosso blog e fique por dentro!


Com informações de Nutrinotícias.